Os sonhos e as diferentes possibilidades de interpretação (ou seria de análise?)…

Antes de continuar eu quero esclarecer algo que eu acredito, eu não concordo que podemos interpretar um sonho, eu acredito que nós analisamos um sonho, a interpretação é o resultado desta análise.

Quero confessar algo para vocês, as vezes fico pensando se não estou sendo repetitivo falando sobre sonhos, sobre o inconsciente e sua autonomia, mas hoje tive certeza que não estou. Eu estava me distraindo um pouco, navegando pela internet, quando o titulo de uma matéria me chamou atenção.

O que significa sonhar com traição ou sexo em público.

Comecei a ler a matéria, e até que estava indo bem, explicando que o sonho é uma manifestação do inconsciente, é verdade, o sonho realmente é isto, é um fenômeno da nossa psique. No paragrafo seguinte vem a afirmação:

Do ponto de vista psicológico o sonho não está ligado a premunições. Enquanto manifestações do inconsciente, pesadelos com infidelidades podem acontecer devido ao fato de você ter escutado ou lido alguma história sobre isso. Seu inconsciente bagunçou tudo e mandou essa informação.

Do ponto de vista junguiano -pois é desta maneira que irei questionar a matéria- o sonho pode estar ligado sim a certas antecipações, mas é importante que fique claro, os sonhos não vão dizer claramente o que tem no futuro, mas pode de maneira indireta, falar sobre questões futuras.

É verdade que as vezes os sonhos vão falar sobre questões do dia a dia, mas não é só por isso que iremos sonhar com um determinado assunto, o inconsciente dramatiza as nossas questões das mais diversas formas, sempre há a possibilidade de coisas que acontecem ao nossa redor se encontrar relacionadas a assuntos internos, pois de alguma maneira houve um afeto, mas nunca podemos afirma que o inconsciente bagunçou tudo e por isso mandou essa informação. Se existe alguém que bagunça tudo é o Ego com suas posições unilaterais e afetos que surgem a partir do inconsciente. Se existe uma bagunça, é em virtude das ações egoicas, porque o inconsciente é amoral, não existe certo ou errado, não existe preto ou branco, de fato, o que existe, é apenas um fato, um problema sem julgamento de certo ou errado.

Outra coisa importante que venho notando e que é natural que isso acontece, temos uma tendencia de olhar para os sonhos e trazer seus conteúdos para o mundo concreto (ou objetivo), nós podemos fazer isso, mas antes, precisamos fazer uma análise do ponto de vista do sujeito, do mundo interior do sonhador, somente após esse procedimento é que podemos fazer uma analogia das questões concretas com as questões subjetivas. Algo importante que precisamos ter em mente, nosso inconsciente usa os acontecimentos nos rodeiam para dramatizar questões inconscientes que dizem respeito a vida do sonhador.

Desta forma se, é evidenciado uma traição no contexto do sonho, é importante entender se acontece algum tipo de auto-traição mas, tenham sempre em mente que isso irá variar de pessoa para pessoa, afinal de contas, o que é traição para alguém, para outro pode ser que não seja, por isso, qualquer tipo de trabalho com sonhos é preciso se verificar qual a condição psicológica do sonhador.

Enfim, a matéria segue a tendencia de fazer a “interpretação” sempre do ponto de vista pessoal, e isso, no meu ponto de vista é um erro. Vamos para o outro exemplo que é tratado na matéria da Uol, aqui estão dando uma interpretação sobre o “sonhar que está fazendo sexo com alguém que odeia“:

Não, você não sente tesão incubado por esse ser. Esse pesadelo provavelmente aponta que você não tem tido uma boa relação com a pessoa. É provável que até esteja tentando melhorar o relacionamento, mas isso vem machucando demais.

Aqui fica claro o quanto nós podemos perder ao se fazer interpretações através da perspectiva oferecida na matéria. Se o sonho é um fenômeno do inconsciente de cada um, isso quer dizer que a principio o que sonho é uma criação pessoal, tudo que se encontra dentro desta criação diz respeito a nós. O exemplo dado da pessoa que sonha estar transando com alguém que não se da bem, talvez esteja falando de uma aspecto inconsciente do próprio sonhador. Assim começamos o trabalho de se analisar o conteúdo do sonho, afinal, que parte deste sonhador que precisar se relacionar de melhor forma, já que podemos pressupor que onde existe uma relação sexual é uma relação mais profunda, – talvez hoje em dia em tempos de tinder isso não seja tão verdadeiro- que precisa ter mais intimidade, ou ainda, que não precisa estar se relacionando.

Tudo pode acontecer e também, nada pode acontecer, tudo neste sonho pode ser verdadeiro, da mesma forma que pode não ser, afinal, tudo irá depender de quais associações o sonhador pode fazer com este conteúdo apresentado. Existe outro ponto importante a se considerar neste trabalho, qual é a função compensatória exercida pelo inconsciente com este sonho, o que esse sonho deseja evidenciar ao sonhador? Para que ter esse tipo de sonho?

Essas são perguntas que precisamos fazer antes de qualquer tentativa de entendimento do sonho. Por isso cuidado com esse tipo de interpretação, você pode tomar um atalho para um caminho muito mais distante das possíveis mensagens que seu inconsciente lhe oferece como atalho.

Segue o link para a matéria.

https://estilo.uol.com.br/comportamento/noticias/redacao/2017/12/19/pesadelos-sexuais-o-que-eles-realmente-significam.htm

 

 

 

Daniel Gomes
psicoterapeuta junguiano
daniel@conhecendojung.com.br

conhecendojung
conhecendojung

COMPARTILHAR

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.